Logo da beegin
seu portal de investimentos alternativos

Preencha seus dados para acessar o conteúdo!

Enviando seus dados, você também receberá por e-mail conteúdos exclusivos em primeira mão.

Ao enviar, você estará concordando com os Termos de Uso e a Política de Privacidade da beegin.

maio 25, 2021
Oportunidades de investimento em mercados de baixa concentração ou pulverizados
Compartilhe

Quem analisa as oportunidades de investimento no mercado brasileiro, pode ficar frustrado com a baixa diversidade de indústrias e setores econômicos das empresas listadas na bolsa. Na verdade, há uma enorme gama de oportunidades em setores, como os pulverizados, que sequer estão ali representados, pelos mais diferentes motivos.

Um deles é que algumas das indústrias com mais oportunidades apresentam um elevado grau de pulverização em negócios muito pequenos. Por conta de fatores estruturais, essas indústrias perderam escala, e acabaram por se organizar em muitos negócios pequenos e médios.

Um exemplo disso é o setor de serviços corporativos, como empresas de contabilidade. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade[1], o Brasil conta com 75,1 mil organizações contábeis. Destas, 9,4 mil são EIRELI, 5,2 mil são MEI e 15,6 mil são Empresários Individuais, ou seja, temos 30,3 mil empresas pequenas com um único sócio.

Outro caso é o da educação básica. Enquanto no ensino superior o maior grupo empresarial do setor detém cerca de 12% dos alunos matriculados no país, no ensino fundamental este mesmo grupo concentra apenas 0,3% das matrículas da rede privada[2]. Isto mostra que o grau de concentração de mercado na educação básica é muito menor que no ensino superior.

O mesmo fenômeno pode ser visto em diversos outros setores da economia, como clínicas de saúde, agências de comunicação e marketing e outros.

Como a tecnologia está transformando os setores pulverizados

Isto, contudo, está mudando. Vários modelos de negócios conseguem, por meio da tecnologia, assegurar um elevado padrão de qualidade no atendimento, e obtendo ao mesmo tempo ganhos de escala, eficiência e produtividade que até outro dia eram impensáveis.

Temos dois exemplos deste tipo de transformação em empresas que captaram investimento por meio da beegin.invest. Um deles é o da Engravida, clínica de reprodução humana. O seu modelo de negócio permite oferecer o atendimento com a atenção e o cuidado que quem busca tratamento para os desafios da reprodução humana precisa, mas ao mesmo tempo ganhar escala. Hoje um cliente da Engravida consegue ter o mesmo padrão de atendimento humanizado em qualquer uma das suas unidades.

Outro exemplo interessante é o da Company Hero. Ao oferecer em uma plataforma digital os mais diferentes serviços para uma empresa funcionar, ela ganha uma escala única. E com as transformações que a estrutura das empresas está sofrendo por conta da digitalização, como o trabalho remoto ou híbrido, a proposta de valor da Company Hero se torna ainda mais relevante.

Perspectivas de ganhos das oportunidades de investimento em mercados pulverizados

Para entender como um investidor pode ganhar ao alocar capital nas empresas que estão mudando o jogo em mercados pulverizados, precisamos entender como a disrupção de uma indústria impacta a concentração de mercado.

Thomas Edison

A consultoria Kearney, antiga A.T, Kearney, desenvolveu um modelo de análise da dinâmica de concentração conhecida como Merger Endgame[3]. Este modelo considera a dinâmica de um mercado novo ou transformado em quatro etapas:

  1. Abertura ou reabertura: um mercado novo ou sob disrupção apresenta oportunidades para novos entrantes;
  2. Plateau: o mercado se torna fragmentado com uma elevada quantidade de players;
  3. Concentração: a necessidade de ganhos de escala gera estímulos a fusões e aquisições, reduzindo o número de players e, ao mesmo tempo, elevando sua participação de mercado;
  4. Dominância: o mercado se estabiliza, com poucos players tendo em mãos uma participação relevante de mercado, e empresas menores explorando nichos.

A oportunidade está em identificar os setores que estão na fase de abertura ou plateau e investir nos negócios com potencial de realizar movimentos interessantes no ciclo de concentração.

Quanto uma indústria entra nesta dinâmica, um investidor pode ganhar aportando recursos tanto nos consolidadores quanto nos consolidados. No caso de uma empresa que venha a ser adquirida, a aquisição pode entregar uma valorização na empresa que remunera o investidor. Já no caso de uma consolidadora, as oportunidades estão no crescimento do negócio, com lucros crescentes, ou um eventual IPO no futuro.

Detalhe: não dá para saber na fase de platô se uma empresa será consolidadora ou consolidada. O que dá para saber, e analisamos isso profundamente nas empresas que apostamos, é se a empresa tem potencial para crescer e gerar ganhos em qualquer um dos dois cenários, por conta da qualidade da gestão e sua saúde financeira.

Evidente, essas oportunidades não estão na bolsa de valores, e os ganhos não serão no curto prazo. Seja apostando no consolidador, seja no consolidado, estamos falando em retornos no prazo de anos.

Acompanhar as campanhas abertas na beegin.invest é uma forma de monitorar essas oportunidades. Com uma vantagem: nossa plataforma é focada em empresas com modelos de negócio validados e já estabelecidas em seus mercados.

Notas

[1] CFC. Quantos Somos? Disponível em https://cfc.org.br/registro/quantos-somos-2/ Acessado em 23 de março de 2021.

[2] Cruzamento dos dados da Cogna disponíveis em seu site de RI (http://ri.cogna.com.br/a-kroton/informe-de-rendimento/) com o censo escolar (Disponível em https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/resumo_tecnico_censo_escolar_2020.pdf)

[3] KEARNEY, The Merger Endgame revisited. Disponível em https://www.de.kearney.com/mergers-acquisitions/article?/a/the-merger-endgame-revisited Acessado em 23 de março de 2021

Por Rodrigo Fiszman

CEO e sócio fundador do Grupo Solum. Membro dos conselhos da Solum, Beegin, Proseek e Hillel Rio. Ex sócio da XP, onde liderou a estruturação da área de Gestão de Patrimônio.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *