Logo da beegin
seu portal de investimentos alternativos
ago 20, 2020
5 Dicas aos muitos empresários que estão lutando para manter seus negócios
Compartilhe

Desde o início da pandemia temos apoiado pequenos e médios empresários e sido extremamente enfáticos sobre a importância de preservar o caixa para que consigam passar por toda essa tempestade. Mesmo que um movimento de reabertura já esteja acontecendo à passos lentos, ainda existe muita incerteza e as empresas precisam ser cuidadosas, revisando planejamentos a cada nova informação e mudança de cenário.

Sobreviver à crise é a preocupação mais urgente, mas empresários por todo país precisam tomar decisões pensando no depois. O racional para decidir ajustes na operação e engenharias financeiras deve considerar sempre a construção de condições para a retomada. Afinal, ninguém quer correr o risco de “morrer na praia”. Por isso, listamos 5 dicas para ajudar empresários a se prepararem para o pós crise.

1. Traçar objetivos (não muitos) e planejar o caminho para conquistá-los

Enquanto várias regiões seguem em quarentena e nem todos os setores da economia reabriram, invista o tempo de menor agitação para organizar a casa e tirar da gaveta aqueles planos de melhoria que sempre ficaram para depois. Revisite o planejamento, defina objetivos macro, avalie melhorias na estrutura e, principalmente, pense em como maximizar o potencial da sua equipe.

O ideal é que sejam poucos objetivos, ou até mesmo apenas um, pois manter o foco e a clareza da direção da empresa para todo o time envolvido é fundamental. A partir deste(s) objetivo(s) macro, crie os objetivos micro e um grupo de metas claras por área. Para aqueles que ainda não estão familiarizados com o assunto, vale conhecer a metodologia de OKRs (objetivos e resultados chaves) utilizada pelo Google, Twitter e outros. A Endeavor disponibiliza um artigo interessante sobre isso: “13 passos do Roadmap para adoção de OKR”.

2. Rever estratégias de comunicação

Avalie como sua empresa está se posicionando e interagindo com clientes, fornecedores, parceiros e colaboradores. Construir uma estratégia de comunicação, mantendo uma coerência das diferentes ações com o propósito e objetivos traçados, é fundamental para qualquer negócio, independente do porte. Mas diante de um “novo normal”, onde a presença marcante em canais digitais vira quase uma questão de sobrevivência, pense com carinho em qual vai ser o tom da sua marca a partir de agora. Pense também quais redes seriam ideais para reforçar a presença e quais ferramentas faria sentido utilizar. Use a criatividade para estreitar relações e atingir novos públicos gerenciando bem newsletters, e-mail marketing, WhatsApp, website, Linkedin, anúncios em mídias locais, entre outros.

3. Fortalecer o caixa e buscar novas fontes para geração de resultados

A regra de ouro para toda e qualquer negócio no momento é ter caixa. Caso tenha “queimado” as reservas da empresa nos últimos meses para manter as contas em dia, é hora de tentar recompor e buscar mais fontes de receita. Para tanto, siga atento aos programas lançados pelo governo de auxílio às empresas, postergue tributos e busque por financiamento, seja público ou através de captações diretamente com pessoas próximas ou organizações privadas que tenham recursos e apetite para investir.

4. Focar sempre no cliente

Faça pesquisas, converse e esteja atento a cada detalhe dos comportamento, novas demandas e tendências. Tenha uma cultura empresarial focada nos clientes, ouvindo seu público para aprimorar produtos ou serviços. Dessa forma, conseguirá retê-los e terá condições de avaliar a ampliação da sua atuação para conquistar mais consumidores — mesmo nestes tempos de distanciamento social.

5. Permanecer resiliente

Todos os empresários devem ter persistência na veia e, apesar das preocupações, lembrar que crises podem trazer também oportunidades. A trajetória de crescimento das empresas normalmente não é uma linha reta, existem altos e baixos. Problemas precisam ser enfrentados todos os dias, independente do tamanho e sucesso do seu negócio, faz parte do jogo. Por isso, seja realmente persistente, otimista e realista, pois os resultados nem sempre chegam no curto prazo, mas grandes histórias são frutos de pequenos esforços combinados ao longo do tempo.

*Texto publicado em 19 de Junho de 2020

Por Patrícia Stille e Rodrigo Fiszman

Patricia Stille e Rodrigo Fiszman são sócios fundadores do Grupo Solum, em conjunto com Pedro Janot e Alexandre Amitay. Ela é a CEO da beegin, plataforma digital de investimentos alternativos do grupo, e ele o CEO da holding

Related Post

2 comentários em “5 Dicas aos muitos empresários que estão lutando para manter seus negócios”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *